Governo da Tunísia anuncia projeto de lei de anistia geral

Folha de S. Paulo

Parlamento local votará medida que deve legalizar partidos e libertar até 1.800 presos

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

O governo interino da Tunísia anunciou ontem que enviará ao Parlamento um projeto de lei de anistia geral que legaliza todos os partidos e oficializa a libertação de prisioneiros políticos.
O anúncio ocorreu horas após a dissolução do Reagrupamento Constitucional Democrático (RDC), partido do ex-ditador Zine el Abidine Ben Ali, que ficou 23 anos no poder.
Entre os grupos que devem retornar à cena política está o Ennahda, islâmico.
“Foi uma reunião histórica, com aprovação unânime”, disse o ministro da Educação, Ahmed Ibrahim, um líder oposicionista que integrou a coalizão de governo após a revolta popular.
Em frente ao presídio de Borj Lamary, dezenas aguardavam a saída de familiares. Cerca de 1.800 dissidentes devem ser contemplados pela anistia no país.
A dissolução do RDC foi oficializada depois que mais um ministro do gabinete provisório deixou o partido, que teve sua sede invadida.
O Exército voltou a atirar para o ar na tentativa de dispersar os manifestantes que escalaram o prédio em Túnis, exigindo o fim da legenda.

 

Enviado por Marília Ramos (IRI/USP)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s