G1: Aliado de Marighella ganha reparação pública da Comissão de Anistia

A Comissão de Anistia do Ministério da Justiça concedeu neste sábado (23) reparação pública para o jornalista Joaquim Câmara Ferreira, conhecido como Comandante Toledo. O jornalista, que era o principal aliado de Carlos Marighella na Ação Libertadora Nacional (ALN) morreu em 1970, após ser preso e torturado, em São Paulo. A família do jornalista não fez pedido de reparação financeira. A cerimônia da comissão de Anistia ocorreu no Memorial da Resistência, em São Paulo. O ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, participou do evento.

Matéria disponível na íntegra aqui.

Enviado por Maria Carolina Bissoto

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s